segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Trovas do Amor Imortal

Duas certezas na Terra, 
Nas lutas de qualquer nível: 
A vida – navegação. 
A morte – porto infalível. 
  
Por mais sábio ou mais profundo 
Que se articule um conceito, 
Na há conceito no mundo 
Que defina o amor perfeito.  
Amor que nunca se olvida 
Guarda sempre a mesma sorte: 
Ligação de vida em vida, 
Saudade de morte em morte.  
Morri... Deixei-te...Casaste... 
E nosso amor não tem fim... 
És rosa fora da haste, 
Mas rosa do meu jardim. 
Amor... Amor que eu conheço 
Pode ser obsessão, 
Mas persiste a qualquer preço, 
Nunca sai do coração. 

Lívio Barreto
Chico Xavier

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário! Paz em Cristo!

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial