Nas Experiências do Lar


“Mas, quando isto que é corruptível se revestir de,
incorruptibilidade e isto que é mortal se revestir,
de imortalidade, então se cumprirá a palavra que
está escrita: tragada foi a morte na vitória.”
Paulo – I Coríntios, 15: 54


Desperta o homem, gradativamente, do sono letárgico que há séculos o arroja para si mesmo!
Obliterado, no egoísmo o na paixão, esqueceu-se da interação fraterna para com o ambiente e as vidas de seus conviventes, apelos e oportunidades que o Criador faculta a todos para o progresso, através das Leis de Sociedade e Solidariedade.
Nas experiências na gleba familiar, dedica-se com ardor, supre e ama, entretanto, unicamente àqueles que se lhes integrem a cadeia consanguínea, aprovisionando-lhes a sobrevivência e a educação em reiterados cuidados.
No núcleo doméstico, estabelece o ego-centro onde transita!
Nesse reduto muitos circulam sem atentar para as experiências enriquecedoras da vida, abdicando, das reais venturas – dedicar interesse e cuidado aos filhos sem mães; permear sentimentos com os corações famintos de amor; excursionar junto aos anciãos sem lar; suprir os pequeninos sem pão; aconchegar-se aos enfermos e desvalidos.
Indivíduos com ampla bagagem de talentos rompem a estrada das variegadas existências, circunscritos aos competentes interesses, na se permitindo evolar as altiplanuras celestes na vivência dos gozos espirituais plenos, advindos do compartilhar e da solidariedade; sorrir à tristeza e a desventura; amar o desamor; alimentar a fome e a miséria das almas sofredoras.
Ante a imperiosa necessidade da reencarnação, vencendo os umbrais do túmulo num recomeço, o espírito vem atender aos dispositivos maiores da transformação e do desapego, no bendito regaço do convívio familial. Tal propósito divino legitima-se na assertiva do grande Arauto do Evangelho – “mas quando isto que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: tragada foi a morte na vitória.”
O ser corruptível e moral, antes desatento às própria deficiências e à exiguidade de seu tempo na terra, ressuscita para as suas reais necessidades espirituais...
Destarte, nobres almas pendem das esferas de luz e vêm compor esses círculos terrenais de aprendizado em convivência breve. Envidam abençoadas demonstrações de carinho e altruísmo, singulares amor e fraternidade, distribuindo-os a mãos cheias, para os de sua convivência familiar, bem como para os irmãos em humanidade.
Estes anjos do céu, almas assomadas de grandes aquisições espirituais, plenificam os lares de ventura e exemplificações sublimes. No entanto, não raras vezes, têm se desprendido da vida terrena por meio de desencarnes prematuros, alijando-se inesperadamente da relação amena nos verdes anos, deixando luto profundo e dor sem limites.
  Tais missionários da libertação têm propiciado, constantemente, nas dilatações dos clãs familiais na terra, o despertamento necessário, consubstanciado em valiosa advertência salvadora.
São processos, através dos quais, os benévolos amigos da Vida Maior se servem para operar o devido reajustamento e ministrar o ensinamento, proporcionando a encarnados imprevidentes o correto entendimento da vida e da expressão – fraternidade.
Desta forma, os displicentes caminheiros são convidados à revisão de conceitos e à reconsideração daquilo que se lhes afigurava patrimônio e legítima afeição.
As inumeráveis experiências retificadoras têm ministrado a todos os viventes, o ensino da incorruptibilidade do espírito, estribada no Evangelho do Cristo, que propõe o amor incondicional como o maior de todos os bens!
Quando o homem não mais estagiar nas zonas deprimentes do psiquismo, no exclusivismo da vida, nas experiências do lar o fora dele, compreenderá o lídimo sentido da vida física e alcançará a vitória real, sobre si mesmo!
  
Nathanael
Helaine Sabbadini
Livro: Cartilha Evangélica



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DEGUSTAÇAO - LIVRO FLORES DO CEDRON - EDITORA LACHÂTRE / PRELO

61º Aniversário do Centro Espírita Caridade e Virtude / APERIBÉ

Obediência & Resignação, Ética & Moral