Educação em Cristo

Meus irmãos, educar sob as balizas do Evangelho do Cristo, eis a divisa para o tempo novo!

Com os ensinos mosaicos a Humanidade terrena recebeu os primeiros preceitos da fé disciplinada, os primeiros clarões dos fundamentos imortalistas. Com Jesus Cristo inaugurou-se a Era de Luz para as massas humanas; Era do Amor Incondicional. Este momento singular ainda guarda, em suas entranhas crísticas, o maior código de conduta moral superior para todos os povos, com vistas à iluminação espiritual, à fé lúcida assentadas sobre as rígidas disciplinas da primeira hora.

Com a Doutrina Espírita recebemos, enquanto educandos, substratos para nos alçarmos aos pródromos da coexistência sublime, para nos elevarmos a patamares mais avançados do sentimento. O Espiritismo esparziu luz perene sobre as almas dispostas a se matricularem nas linhas da renovação indispensável para a Eternidade. Caros companheiros, viceja a divisa, a flama alvinitente do Evangelho Redivivo conclamando-nos a todos à matrícula impostergável às frentes da liça sedimentada nos princípios educativos de ordem espiritual.

Rompe uma nova aurora, rasga-se no horizonte uma novel claridade, precipitam-se clarins à sensibilidade dos de boa vontade anunciando que é chegada a hora da inscrição nas sublimes instituições educativas para o espírito.

Tange-nos a Verdade de que os padrões de ordem moral-educativa não se aplicam a idades determinadas, mas às idades espirituais. Empenha-se tal educação a saciar a avidez do discípulo que anseia pela água viva, que, depois de sorvida, saciar-lhe-á para sempre.

Educar nas bases morais sublimes do Evangelho do Cristo, eis o que compete ao discípulo da Nova Era. Aguçar a sensibilidade para ouvir as clarinadas que anunciam esta nova aurora de paz, de fraternidade e de amor puro para todos os povos.

Nada obstante, faz-se indispensável, para almejar-se a verdadeira paz e felicidade, a instrução nas disciplinas espirituais, bem como um mais claro entendimento de seus aplicativos morais através dos deveres e compromissos que competem a todos e a cada um.

Eis que surge, para todos, a hora da grande revolução, eis o momento em que o grande portal de acesso aos cumes sublimes abrir-se-á e não poderemos nos apresentar como as virgens loucas*. Sejamos, caríssimos irmãos, como as virgens prudentes que jamais se descuram de seus compromissos de ordem espiritual, nunca se distraem na espera, mas trabalhando, porfiando e aguardando no bem jamais deixam suas lâmpadas sem o azeite da fé, da vigilância e do esforço.

Abre-se no firmamento a divisa inscrita em luz para quem sabe ler, prenunciando as grandes mudanças! Transformações estas que já abalam as estruturas físicas e psíquicas do planeta, e, ao precipitarem-se incoercíveis, comocionam de forma intestina a ancestral e viciante moralidade vigente.

A luz penetra impoluta, imponente e soberana nos covis dos lobos, nos seculares antros escuros do mal, nos cartéis dos crimes e nos círculos sombrios da ignorância...

A luz revolve as estruturas físicas, morais e espirituais de tudo quanto existe sobre o planeta, assim como orbitando em suas esferas impalpáveis.

Que a divisa alvinitente da bandeira de Ismael: “Deus, Cristo e Caridade” balize os processos educativos da Humanidade inteira e do planeta, na iminência da redenção espiritual, com vistas a um futuro glorioso; a um porvir antevisto em sua plenitude através de convivências amorosas e caritativas instauradas no universo íntimo de cada ser.

Educar nas bases morais sublimes do Evangelho Redivivo eis o clamor dos céus para o tempo que se abre a frente de todos! Vejam aqueles que têm olhos de ver!

Fraternais saudações e o meu caloroso enlaço, honrado pela responsabilidade que me guinda à direção desta casa de Jesus Cristo.


Leopoldo Machado
Helaine Coutinho Sabbadini
Porciúncula, em 28 de março de 2010
Mensagem Psicografada em Reunião Pública
no Grupo Espírita Cristão Leopoldo Machado




* Parábola das Dez Virgens - Mateus 25 de 1 a 13

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DEGUSTAÇAO - LIVRO FLORES DO CEDRON - EDITORA LACHÂTRE / PRELO

Elizabetta de la Paz - lançamento pela Editora Lachâtre

Obediência & Resignação, Ética & Moral